#Papo de Amiga:E agora?

Tumblr_lcifzci0uv1qbp7ypo1_400_large

  • Meu Namoro está em crise!

Nenhum relacionamento está a salvo de passar por momentos de crise. O difícil é perceber se é apenas uma fase ou o princípio do fim….A M. conta como anda o namoro dela:

“Amo demais meu namorado, estamos juntos há um ano e seis meses. Ele é o meu primeiro amor, perdi a virgindade com ele e só ele me fez tão feliz. Mas estamos numa crise sem fim: só brigamos. Nós já excluímos Orkut, twitter, MSN e parei de falar com os meus melhores amigos por causa dele, para evitar discussões, e ele não dá valor para isso. Quando estamos bem, vejo que ele é tudo o que eu sempre quis, mas quando brigamos me vejo como uma idiota apaixonada que está com um cara que só a faz sofrer. Me ajuda!”

Uf! Respire.

Vamos lá. Primeiro, a gente nunca pode esquecer que namorar tem que ser bom, gostoso, leve e divertido. Relacionamentos existem para deixar a nossa vida mais fácil, e não mais difícil. Afinal, estar junto é dividir o peso das coisas ruins, e somar e multiplicar aquilo que é positivo. Não podemos nunca perder isso de vista.  Quando o namoro fica com mais cara de problema do que de solução é hora de ligar o sinal de alerta.

Confesso que não entendo namoros que precisam se desligar do resto do mundo para dar certo. Acho super esquisito essa história de ter que excluir as redes sociais, os amigos, as baladas. Ninguém vive numa bolha, e a tentativa de criar um mundo à parte, sem nenhuma interferência externa, mais cedo ou mais tarde, fracassa. Além disso, cria-se uma ideia errada sobre as verdadeiras razões das brigas de vocês. Pelo menos pra mim, errado é brigar por ciúmes dos amigos, e não os amigos em si, sabe?

Também acho que a gente deve ficar sempre muito esperta com essa história de ceder à toda exigência do namô. Porque se dissermos “sim” para tudo, em bem pouco tempo vamos ter aberto mão de várias coisas importantes para nós. E num piscar de olhos, vamos nos moldando de acordo com o que ele quer. Resultado: um namorado mimado e mal acostumado que vai sempre achar que você tem que agir conforme a vontade dele. Credo!

Por essas e outras, M., que eu acho que vale a pena tentar se distanciar um pouco e avaliar o seu namoro com muita sinceridade. Esse monte de brigas me parece um claro sinal de desgaste. E só existem dois caminhos: ficar junto ou separar. Mas pra ficar junto, parece que muita coisa vai ter que mudar, vocês dois vão ter que resconstruir essa relação. Pode ser um processo muito dolorido e trabalhoso, mas pode dar certo. E o mais importante: OS DOIS têm que estar dispostos a isso.

Agora, o que eu vou dizer pode parecer um pouco frio, mas vou arriscar mesmo assim: não tenha medo de deixar o namoro acabar!

Às vezes a gente se apega demais a uma relação e nem percebemos quando ela termina. E ficamos lá, forçando a barra, insistindo, e pior, detonando aquilo que um dia foi muito bom. A gente não termina um namoro só quando o amor acaba, porque, normalmente o amor não acaba. Antes disso, o que acaba é o respeito, o prazer de estar junto, a cumplicidade. O amor, o carinho persistem por muito mais tempo, mas o problema é que nem sempre eles são suficientes para fazer um namoro funcionar.

Sim, ao contrário do que contam pra gente, só amar não basta. É um pouco triste, eu sei, mas ajuda a gente entender muita coisa. Não acham?

Alguém mais em crise no namoro?

  • Fiquei com um menino lindo, mas eles espalhou que eu beijo mal.

Tem coisa mais difícil do que lidar com boatos maldosos sobre a gente? A C. está super mal com essa história:

“Fiquei com um menino lindo e maravilhoso, mas no dia seguinte ele contou pra todo mundo que eu beijo mal e ainda que eu teria ficado com outro na mesma festa. Estou muito chateada com isso. Todo mundo no colégio está me zuando, estou até sem vontade de ir na aula.”

JURO que não consigo compreender TANTA maldade. Pra quê, me fala? Como diria uma amiga minha, coisa de gente sem coração. E o certo era a gente nem ligar para tamanha idiotice, mas o problema é que machuca. Ô se machuca….

Não adianta muito tentar entender os motivos que levam alguém a espalhar boatos desse tipo. Pode ser um monte de coisas, inclusive muita insegurança da parte do menino, que acredita que para manter a pose de “eu sou o gostosão” tem que ficar humilhando os outros (pra gente aprender – e ficar alerta – que ser lindo maravilhoso não é tudo nessa vida).

Mas como ficar imaginando o que passa na cabeça alheia é um exercício destinado ao fracasso, o melhor a fazer é cuidar da nossa cabeça, da nossa auto-estima, do nosso bem-estar.

Primeiro, saiba que isso vai passar. Você pode ser o assunto da semana, mas o fim de semana está aí, com certeza vai rolar algum outro babado, e na segunda a fofoca será outra. Aguente mais um pouquinho e você vai ver que logo mais o assunto esfria.

Depois, procure não se mostrar abatida com os comentários maldosos. Povo adora pisar em que se mostra mais fraco (ai, a humanidade, viu? será que tem jeito?). Se você é mais tímida, apenas dê de ombros e faça uma cara de “não tô nem aí com o que ele pensa”. Se o seu perfil é mais desbocado não custa nada soltar uma ou outra do tipo: “na hora ele pareceu estar bem satisfeito” ou “se ele não gostou, tem gente que gosta” . Mas muito de vez em quando, nada de começar a bater boca com deus e o mundo por causa disso.

Mas o mais importante MESMO, é você entender que esse acontecimento só prova uma coisa: esse moleque é um idiota. Só isso. Ele ter ou não ter gostado do seu beijo não diz NADA sobre quem você é. E também não vai determinar o futuro sucesso das suas ficadas com outros garotos.

Lógico que não é nada legal ouvir uma coisa dessas, mas também não dá para deixar o lance ganhar proporções maiores do que ele merece. Por isso, tudo bem ficar só um pouquinho chateada, mas saiba que você é muito superior a essa babaquice toda. Te garanto.

Quem já viveu uma situação assim? Como superou?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s